Tudo que você precisa saber para trabalhar na Nova Zelândia

por Remessa Online
3 minutos de leitura
Saiba como trabalhar na Nova Zelândia e como obter o visto de trabalho

Viver e trabalhar na Nova Zelândia é o desejo de muitas pessoas, principalmente de quem busca qualidade de vida e segurança. Neste post você vai descobrir como trabalhar na Nova Zelândia, como conseguir o visto de trabalho e onde encontrar trabalho pela internet.

A Nova Zelândia é um país localizado no sudoeste do Oceano Pacífico. Seu nome é uma homenagem a província dos Países Baixos, chamada de Zelândia, terra natal dos colonizadores da Nova Zelândia. Geograficamente isolada do mundo, ela se destaca pelas paisagens incríveis.

Neste post, você vai conhecer as principais características do país, a cultura, o mercado de trabalho, além de ter acesso a dicas de como se planejar financeiramente para morar fora do país. Acompanhe!

trabalhar na nova zelandia 1024x683 - Tudo que você precisa saber para trabalhar na Nova Zelândia
As paisagens naturais da Nova Zelândia são um dos maiores atrativos do país.

Características e cultura do país

A Nova Zelândia é conhecida mundialmente por suas paisagens exuberantes e que já foram plano de fundo para produções cinematográficas como O Hobbit e O Senhos dos Anéis.

Entretanto, diferente do que muitas pessoas acreditam, o estilo de vida rural não combina com a rotina da dos neozelandeses. A maior parte da população vive em grande cidades e adota um estilo de vida que inclui o consumo de arte, literatura, filmes e cinema.

A característica urbana e desenvolvida já ajuda a trazer um panorama sobre a economia. O país, é considerado um dos mais desenvolvidos e industrializados do mundo.

O país possui excelentes índices de desenvolvimento humano, educação, liberdade de imprensa, democracia, lazer, negócios, qualidade de vida, proteção do civis e direitos políticos além de baixos índices de corrupção.

A moeda da Nova Zelândia é o dólar neozelandês que equivale a um pouco menos de três vezes o real. No dia 21 de janeiro, por exemplo, 1 dólar neozelandês equivalia a R$2,77.

As cinco maiores cidades neozelandesas são: Auckland, Wellington, Christchurch, Hamilton e Tauranga.

O custo de vida na Nova Zelândia

O custo de vida no país pode variar muito de acordo com a região, entretanto, a média estimada de gastos mensais de uma família com filhos é de, no mínimo, NZ$2000.

Se comparado com países como Estados Unidos, Inglaterra, Canadá e até mesmo com o Brasil, o custo de vida no país é considerado um dos melhores do mundo.

Entretanto, antes de viajar para a Nova Zelândia é importante fazer uma boa projeção de custos e garantir uma boa reserva financeira para cobrir eventuais imprevistos, principalmente durante o período de adaptação.

O mercado de trabalho na Nova Zelândia

Se você pretende trabalhar na Nova Zelândia, o primeiro passo é verificar no site da imigração qual o tipo de visto que vai permitir que você consiga um emprego no país. Sem o visto adequado você pode ser deportado, por isso é importante ter posse da documentação adequada e evitar dores de cabeça.

Sendo estudante, você pode ter acesso mais fácil ao mercado de trabalho no país. Isso porque, desde janeiro de 2014 ficou mais fácil trabalhar na Nova Zelândia se você é estudante brasileiro. O governo permitiu que alunos matriculados em cursos de período integral (no mínimo 20 horas semanais) tenham permissão de trabalhar no país.

Com isso, os estudantes brasileiros ficaram autorizados a trabalhar 20 horas semanais durante o período de estudos no país. O trabalho em tempo integral só é permitido durante as férias dos cursos, por alunos que permanecerão no país por um período superior a doze meses.

Leia mais: Como fazer intercâmbio na Nova Zelândia.

Entre os setores que mais contratam estrangeiros estão o da construção civil e o de serviços, especialmente bares, restaurantes e hotéis.Também é possível encontrar vagas no setor agrícola, com destaque para o mercado de cultivo de frutas e o setor pecuarista. 

Os salários podem variar de acordo com o setor, a formação do trabalhador e as demandas do mercado no período da contratação.

O que você precisa saber para trabalhar na Nova Zelândia - Tudo que você precisa saber para trabalhar na Nova Zelândia
O mercado de trabalho da Nova Zelândia carece de profissionais de tecnologia, por isso remunera bem aqueles que vem trabalhar no país.

Dicas de ouro para quem quer trabalhar na Nova Zelândia

Asim como acontece no Brasil e muitos outros países, a Nova Zelândia tem uma carência grande de profissionais de tecnologia. Se você atua nessa área, saiba que tem mais chances de conseguir um emprego por lá – e receber bons salários por isso.

A cultura neozelandesa valoriza muito a proatividade. Se você for morar no país com o visto de estudante, prepare um currículo em inglês e vá a caça! Selecione os locais onde gostaria de trabalhar e bata de porta em porta pedindo um estágio.

Outra dica importante é que o mercado de trabalho neozelandês valoriza muito a formação, especialmente daqueles que se formam em universidades do país. Se você já é formado, se informe sobre como revalidar seu diploma e, se possível, invista em uma pós-graduação na Nova Zelândia. Caso ainda não seja formado, conheça as universidades neozelandesas e avalie se há a possibilidade de aplicar solicitação para estudar no país.

Assim como o mercado brasileiro, o mercado de trabalho da Nova Zelândia valoriza muito o voluntariado. Para estrangeiros, trabalhar como voluntário por um período antes de entrar no mercado pode abrir muitas portas – além de ajudar a aperfeiçoar o inglês.

Por fim, por ser um país turístico, a Nova Zelândia oferece muitas oportunidades para estrangeiros na área hoteleira. Se estiver disposto a encarar o desafio, faça um mapeamento desses estabelecimentos na região onde vai morar e invista em procurar trabalho em hotéis, pousadas e hostels. Boa parte dos estrangeiros começam trabalhando nessas áreas.

Vistos para a Nova Zelândia

Se você for para a Nova Zelândia por um período de até 90 dias, não precisará dar entrada no pedido de visto. Para os demais casos, poderá solicitar um visto. Veja como.

Visto de estudante

Se for ao país como estudante, poderá solicitar um visto de estudante. Ele te dará a oportunidade de trabalhar 20h semanais durante o período letivo e 40h semanais durante as férias.

Para conseguir o visto de estudante você precisará antes de mais nada se matricular em um curso no país – pois o comprovante de matrícula será essencial para a concessão do visto. Esse curso deve ter duração mínima de 14 semanas.

Outro requisito é comprovar ter um fundo de pelo menos NZ$ 1250,00 para cada mês de permanência na Nova Zelândia. Também é importante comprovar que você tem vínculos com o Brasil, que irá voltar após o fim do curso e que sua única intenção de viajar para a Nova Zelândia é estudar. Por fim, o estudante deve comprovar que terá onde morar durante sua viagem à Nova Zelândia.

Para dar entrada no pedido de visto, reúna os comprovantes acima, mais os documentos pessoais, foto e passaporte e acesse o site da imigração neozelandesa para dar entrada no pedido.

Visto de trabalho

A principal exigência para que você consiga um visto de trabalho é que já tenha um trabalho acertado na Nova Zelândia antes de dar entrada no pedido de visto. Com as facilidades da internet, a procura por uma oportunidade pode se dar online, no conforto de casa.

O próprio governo da Nova Zelândia preparou uma lista de sites onde estrangeiros podem procurar oportunidades no país. Seguem alguns deles:

  1. Jobs | Trade Me Jobs
  2. Jobs | Seek
  3. New Kiwis
  4. Workhere
  5. Working In
  6. Healthcare jobs | Kiwi Health Jobs
  7. Dairy farming jobs | Farm Source jobs
  8. Education jobs | Education Gazette
  9. Crown Research Institute jobs | Science New Zealand

Para encontrar dezenas de sites de busca de emprego na Nova Zelândia credenciados pelo governo, acesse a página de carreiras que o governo neozelandês criou.

É importante procurar emprego nos sites credenciados pelo governo porque só podem solicitar visto de trabalho aquelas pessoas que conseguirem emprego em uma empresa credenciada pelo governo neozelandês. E essas empresas são justamente aquelas que aparecem nos sites da lista oficial.

Após conseguir um emprego na Nova Zelândia, você e o empregador vão firmar um contrato de trabalho. De posse desse documento, você poderá dar entrada no pedido de visto de trabalho e muito provavelmente terá o pedido aceito. A validade do visto será de acordo com a validade do contrato de trabalho, podendo ser renovada se o contrato também for.

Tudo que você precisa saber para trabalhar na Nova Zelândia 642981709 - Tudo que você precisa saber para trabalhar na Nova Zelândia
Wellington (foto) é apenas uma das muitas cidades onde você poderá trabalhar na Nova Zelândia.

Morar fora do país: planejamento financeiro e organização

Se você quer viver e trabalhar na Nova Zelândia, deve começar o seu planejamento com antecedência. Além de ter uma boa reserva financeira, você deve viajar com toda a documentação legalizada e ter uma casa ou apartamento alugado.

Com relação às finanças, para evitar gastos excessivos com transferência de dinheiro do Brasil para a Nova Zelândia, a dica é abrir uma conta bancária no país de destino e utilizar uma plataforma como a Remessa Online, que permite a transferência rápida e segura de recursos de um país para o outro.

Como você pode ver, morar na Nova Zelândia pode ser uma excelente oportunidade para quem deseja viver em um país desenvolvido, com segurança e qualidade de vida. Com planejamento você pode realizar o seu sonho de morar fora e viver em um dos melhores países do mundo.

Se você for estudar ou trabalhar na Nova Zelândia, conheça a Remessa Online. Trata-se de uma plataforma de transferências internacionais credenciada pelo Banco Central. Através da Remessa Online você poderá enviar dinheiro para a Nova Zelândia para pagar seu curso, sua hospedagem e para qualquer oura despesa que tiver. Tudo isso com rapidez (até 1 dia útil) e o menor custo de envio do mercado: apenas 1,3% sobre o valor do envio.

Faça seu cadastro na Remessa Online e comece a realizar operações internacionais com rapidez e facilidade.

Assuntos relacionados