O passo a passo para comprar uma casa na Espanha

Para comprar casa na Espanha, saiba que o processo é mais simples do que parece. Explicamos como fazer!

comprar uma casa na Espanha

Comprar casa na Espanha é uma possibilidade para você? Se sim, saiba que algumas dicas ajudam a tornar esse processo mais simples, seja para morar, seja para investimento.

Um ponto positivo é que o país tem boas oportunidades e preços acessíveis, especialmente quando comparado a outras nações. Apesar disso, ainda há muitos outros fatores a considerar.

Neste post, explicaremos quais são eles. Acompanhe.

Vale a pena comprar casa na Espanha?

A resposta depende do que você busca. No entanto, é uma boa ideia para quem pretende morar ou fazer um investimento no exterior. A explicação é simples.

Na Espanha, quando um estrangeiro adquire um imóvel de 500 mil euros ou mais, tem a chance de obter a nacionalidade espanhola. Na verdade, com a compra, ele pode entrar com o pedido de visto de residência.

Esse é o primeiro passo para obter a segunda nacionalidade. Além disso, o custo de vida é baixo e você consegue viver com um salário mínimo. Mais do que isso, tem acesso ao sistema de saúde público, se trabalhar em alguma empresa do país.

Por outro lado, se preferir investir, também é uma boa alternativa. Há muita procura, o que evita a desocupação da propriedade. A rentabilidade média da locação no país é de 4% brutos ao ano. Em cidades maiores, como Barcelona e Madrid, chega a 6%.

Aluguel ou hipoteca: o que é melhor?

Sabendo dos detalhes apresentados, é preciso entender a diferença entre o aluguel e a hipoteca. Em 2019, as prestações ao comprar casa na Espanha são mais baixas do que o valor de um aluguel.

Isso significa que a hipoteca leva vantagem. O problema está na demanda por locação ser muito maior do que a da compra. Isso acontece porque o financiamento bancário é mais burocrático.

Além disso, é preciso pagar 15% do valor do imóvel como entrada. De toda forma, a compra é mais interessante do que o aluguel. Inclusive, porque a taxa máxima nunca deve ultrapassar 40% da sua renda.

Como comprar casa na Espanha?

Para fechar o negócio, você precisará de alguns documentos. Ainda é preciso executar algumas atividades burocráticas, que facilitam o processo.

É importante saber que a Espanha é um dos países que mais facilitam a compra de uma casa por estrangeiros. De toda forma, existem requisitos a cumprir. Veja quais são eles.

Tenha um NIE

O Número de Identificação de Estrangeiro é fornecido pelo Ministério do Interior. Você pode obtê-lo pessoalmente, por meio de embaixadas e consulados espanhóis ou com um representante na Espanha.

Abra uma conta bancária na Espanha

Além de comprar casa na Espanha, você deverá ter uma conta em um banco do país. Essa é uma exigência para garantir o pagamento de impostos, taxas e faturas dos serviços públicos.

Além disso, a conta espanhola é necessária para solicitar uma hipoteca. Caso não seja necessário, torna-se mais fácil fazer a transferência do montante.

Tenha uma plataforma de transferências internacionais

Para enviar o dinheiro para a sua conta na Espanha, é preciso ter um serviço de câmbio à sua disposição. Procure um que seja rápido, seguro e barato. 

A Remessa Online se encaixa em todos esses requisitos. Você pode fazer operações no prazo de um dia útil e com custo a partir de 1,3%. É só fazer o seu cadastro gratuito e uma simulação para conhecer as condições.

Conte com os serviços de um agente imobiliário

Várias agências trabalham com compradores de propriedades estrangeiras. Esses profissionais conhecem todos os trâmites e ajudam nas mais diversas etapas da compra. Como você tende a estar longe, é um gasto que compensa.

Saiba o que deseja

Liste tudo o que pretende ter no seu imóvel. Coloque a região em que deseja morar, se é preciso ter um jardim, um estacionamento ou mais. Com isso, você reduz a quantidade de ofertas.

Ao comprar um imóvel na Espanha, você verá que o preço muda muito conforme a área, a cidade, a zona e o tamanho. De todo modo, existem bons imóveis usados por 80 mil euros.

Prepare-se para os impostos

Dois dos principais tributos a serem pagos na compra de um imóvel são:

  1. Imposto sobre Transmissão de Patrimônio e ato jurídico documentado;
  2. Imposto sobre Bens e Imóvel (IBI).

Reúna todos os documentos necessários

Além do NIE, você precisa ter outros documentos, conforme o pagamento que fará. Se for à vista, precisará de:

  1. Passaporte válido;
  2. Cheque administrativo espanhol.

Caso faça um financiamento, será necessário ter os documentos anteriores e os seguintes:

  1. Cartas de referência;
  2. Carta emitida por contador, com comprovação de rendimentos;
  3. Extratos bancários para comprovação de saldo suficiente para compra do imóvel, inclusive de despesas de escritura e seis meses do valor da prestação.

Depois da parte burocrática e da escolha, é feito um depósito de um sinal equivalente a 10% do imóvel. Ele é válido para fechar o negócio e, posteriormente, assinar a escritura.

O imóvel ainda passa por uma análise de sua documentação. Aqui, são verificados: IPTU, penhoras, condomínio, dívidas atrasadas e mais. Com tudo certo, o contrato de compra e venda é firmado e assinado e o restante do dinheiro é repassado.

5 melhores cidades para morar na Espanha

Existem vários lugares para você optar por comprar casa na Espanha. As cidades oferecem vários atrativos. Ainda assim, vale a pena conhecer suas principais características para definir as melhores. Confira!

1. Madrid

É a capital e oferece muitos serviços. Há ofertas culturais diversas e muitas ofertas de emprego. Também existem vários parques. Por outro lado, o custo de vida é mais elevado.

Uma alternativa é morar fora da cidade e usar o transporte público para se deslocar. Assim, você gasta menos para comprar sua casa na Espanha e desfruta de todos os atrativos.

2. Barcelona

Localizada na Catalunha, é a segunda cidade mais populosa. É muito buscada para quem tem pretensão de estudar e pessoas que desejam ter qualidade de vida. Há várias ofertas de emprego para estrangeiros, especialmente por conta do turismo. Nesse caso, o custo de vida também é elevado.

3. Valência

Próxima a Barcelona, tem preços melhores e boa infraestrutura. É o terceiro maior município do país e oferece muita atividade cultural. A cidade é considerada a capital da verdadeira paella.

4. Valladolid

Está na Península Ibérica e a cidade já foi capital do Reino da Espanha. Ainda assim, tem aproximadamente 300 mil habitantes. O custo de vida pode chegar à metade daquele visto em Madrid e Barcelona.

5. Salamanca

É uma cidade universitária, muito conhecida por quem deseja ingressar na terceira universidade mais antiga da Europa. Também há vários atrativos turísticos e um importante centro histórico. A arquitetura típica e a tradição também tornam o destino um bom lugar para se morar.

Qualquer que seja a sua opção, comprar casa na Espanha é um bom negócio. Você pode morar ou fazer um investimento e tem a chance de conseguir um visto de residência. Assim, pode viver na Europa e aproveitar vários benefícios.

Quer cumprir mais uma etapa para comprar sua casa na Espanha? Conheça a Remessa Online e faça seu cadastro para usar nossos serviços!

Resumindo

O que precisa para comprar uma casa na Espanha?

Você precisa do NIE, de uma conta bancária no país, de uma plataforma de transferências internacionais e reunir os documentos necessários.

Como são as casas na Espanha?

Existem várias possibilidades, a depender da região em que você mora. Há muitos imóveis usados.

Como alugar um apartamento na Espanha?

Apesar da demanda ser grande, comprar é mais vantajoso, inclusive pelas questões financeiras.