Como sacar dinheiro no exterior usando caixas automáticos

Vai viajar para outro país e está em dúvidas sobre a movimentação do dinheiro em solo internacional? Veja o passo a passo de como sacar dinheiro no exterior usando caixas automáticos e entenda porque é mais vantajoso do que levar moeda estrangeira do Brasil!

Na hora do saque em um caixa automático estrangeiro, certifique-se que está escolhendo a opção débito ao invés de crédito.

Uma dúvida comum de quem viaja para fora do país é como sacar dinheiro no exterior usando caixas automáticos. Conhecer os procedimentos é fundamental para validar o planejamento da viagem e garantir que você não vai passar apertos.

O saque direto de sua conta em caixas automáticos (ATM) é uma forma fácil, segura e até mesmo econômica de ter moeda estrangeira no país em que você está visitando e isso pode ser feito com saque na função débito — um serviço oferecido pela maioria dos bancos brasileiros.

Se você pretende viajar para o exterior e tem dúvidas sobre o assunto, confira neste post como sacar dinheiro no exterior e fique bem informado para planejar sua viagem e viver grandes momentos!

Passo a passo de como sacar dinheiro no exterior usando caixas automáticos:

Planejar uma viagem é uma tarefa prazerosa, mas que exige cuidados, sobretudo, em relação às questões financeiras que têm grande influência na qualidade da sua experiência fora do país.

Em qualquer viagem internacional é essencial garantir uma quantia de dinheiro em espécie para cobrir despesas básicas como alimentação, transporte e pequenas compras, além de alguma emergência.

Para saques de dinheiro no exterior o processo é muito simples e semelhante ao que ocorre em um caixa eletrônico no Brasil. Veja a seguir o passo a passo de como fazer retiradas em países estrangeiros!

Passo 1: Desbloqueie o cartão

Como sacar dinheiro no exterior usando caixas automáticos não é algo usual. É provável que, antes de viajar, seja preciso desbloquear seu cartão para ser usado no exterior.

Caso não consiga fazer isso pelo Internet Banking, vá até à sua agência e peça o desbloqueio antes da viagem.

É preciso também verificar se o seu cartão é internacional. No caso de ter a bandeira Plus (Visa) ou Cirrus (Mastecard) é possível fazer saque em qualquer país do mundo. É interessante ainda confirmar com seu banco se há limite para o saque no exterior.

Passo 2: Localize um caixa automático

É comum os caixas automáticos estarem localizados em aeroportos, hotéis, postos de combustíveis, shopping e lugares estratégicos como centros comerciais. É aconselhável pesquisar com antecedência onde os caixas eletrônicos compatíveis com seu banco estão disponíveis.

O caixa automático que tiver habilitado para a bandeira Plus ou Cirrus vai estar habilitado para que seja feito o saque. Esses terminais costumam ser identificados no exterior como ATM, sigla para o termo em inglês de Automated Teller Machine, ou seja, caixa eletrônico.

Passo 3: Fazendo o saque

Insira seu cartão e aguarde as opções. Alguns caixas oferecem opções de idiomas ou possuem somente a opção em inglês ou língua local. Caso não haja opção em português, você pode utilizar aplicativos de smartphones para realizar a tradução.

Na hora de selecionar o tipo de saque, escolha a opção débito e não crédito, caso esteja usando um cartão múltiplo (débito e crédito). Não deixe para verificar essas informações no momento que precisar sacar o dinheiro e sempre pesquise com antecedência.

Na opção débito, o dinheiro vai sair diretamente de sua conta e para não ter o problema de consumir seu limite de crédito, habilite somente a função débito — dessa forma, não há riscos de sacar na função crédito.

Na hora do saque em um caixa automático estrangeiro, certifique-se que está escolhendo a opção débito ao invés de crédito e, em seguida, é só fazer o saque do valor que você deseja.

Após isso é só fazer o saque do valor que você deseja. A quantia será acrescida de taxas e convertida de acordo com a cotação da moeda no dia.

É usual que os caixas automáticos estrangeiros cobrem uma taxa em dólar. Será acrescido também o IOF, que é Imposto Sobre Operações Financeiras aplicado em crédito, câmbios e seguros, e a maioria dos bancos também cobra uma tarifa para saque no exterior — aproximadamente US$ 4,00.

Na hora do saque em um caixa automático estrangeiro, certifique-se que está escolhendo a opção débito ao invés de crédito.
Na hora do saque em um caixa automático estrangeiro, certifique-se que está escolhendo a opção débito ao invés de crédito.

Quais as taxas para saque no exterior?

Mesmo que você realize saques no cartão de débito no exterior e o valor esteja disponível no saldo da sua conta, há incidência de taxas, como em qualquer operação que envolva caixa eletrônico no exterior.

As tarifas podem variar e as mais usuais são:

  1. taxa de saque aplicada pela empresa que gerencia o caixa eletrônico;
  2. taxa de saque cobrada pelo banco;
  3. IOF de 6,38%;
  4. cotação do câmbio no modo turismo.

É sempre importante pesquisar as melhores formas para seu planejamento financeiro, de modo a evitar pagar tarifas altas e perder dinheiro que pode fazer grande diferença na sua viagem.

Atualmente o mercado oferece serviços de transferências internacionais online, que proporcionam grandes benefícios, além de taxas mais baixas. Uma alternativa que vai fazer grande diferença no seu bolso, promovendo a sobra de dinheiro para aproveitar melhor a viagem.

Por que é vantajoso sacar dinheiro no exterior?

Além de ser mais seguro, já que você não vai ter que andar com todo o dinheiro em sua viagem, correndo o risco de perder ou ser roubado, sacar dinheiro no exterior também é uma alternativa prática para levar dinheiro mundo afora, principalmente em uma viagem longa em que você vai precisar passar por vários países.

No caso de a moeda do país que você vai viajar não ser dólar ou euro, é provável que você tenha ainda que passar pelo câmbio duas vezes, tendo que comprar dólar/ euro e a outra moeda. Nesse processo, há uma perda média de 15% em taxas de câmbio e impostos.

Saber como sacar dinheiro no exterior usando caixas automáticos é uma forma de economizar em taxas e impostos e também ter mais praticidade em relação ao porte do dinheiro durante suas viagens internacionais.

A outra vantagem é que certamente você vai encontrar mais caixas eletrônicos durante a sua viagem do que casas de câmbio.

Saber como sacar dinheiro no exterior usando caixas automáticos é uma forma de economizar em taxas e impostos e também ter mais praticidade em relação ao porte do dinheiro durante suas viagens internacionais.
Saber como sacar dinheiro no exterior usando caixas automáticos é uma forma de economizar em taxas e impostos e também ter mais praticidade em relação ao porte do dinheiro durante suas viagens internacionais.

Como transferir dinheiro para o exterior por meio da Remessa Online

Em atividade desde 2016, a Remessa Online oferece processos de transferências internacionais eficientes, rápidos, confiáveis e com a melhor condição do mercado, por meio de uma plataforma digital moderna e livre de burocracias.

Nela, você pode enviar dinheiro para o exterior no prazo de até 1 dia útil e ainda permite fazer simulações para que o planejamento financeiro seja o mais realista possível.

Os benefícios da plataforma digital são muitos e vão além do menor custo de serviço do mercado, pois proporcionam maior comodidade de realizar o processo de onde você estiver.

Na Remessa Online você paga apenas 1,3% de custo de serviço tanto para envios ao exterior, quanto para recebimentos.

Para utilizar, basta fazer o cadastro e ter uma conta bancária no exterior ou conhecer alguém que tenha. Nesse caso você transfere o dinheiro para a conta da pessoa e pode sacar no destino.

Para realizar o cadastro na Remessa Online, você levará menos de 5 minutos. Em um processo simples, rápido e descomplicado, entre no site, cadastre-se e forneça os seguintes dados:

  1. nome completo;
  2. e-mail;
  3. CPF;
  4. defina uma senha de acesso
  5. documento de identificação;
  6. comprovante de residência. 

Como você pode perceber é fundamental ter dinheiro em espécie na sua viagem fora do país, entretanto, é interessante buscar meios mais econômicos para ter o recurso em mãos.

A transferência internacional via plataforma digital Remessa Online é uma alternativa excelente para sacar dinheiro de forma econômica. Você pode criar uma conta no exterior e enviar o dinheiro do Brasil para lá e sacar no pais, evitando os altos custos do cartão de crédito ou do cartão brasileiro de débito internacional, por exemplo.

Agora que você já sabe como sacar dinheiro no exterior usando caixas automáticos, recomendamos antes de sua viagem buscar esclarecimentos sobre este tipo de saque. 

Acesse também o site da Remessa Online e conheça serviços que vão contribuir muito para o planejamento financeiro da sua viagem!

Resumindo:

Como sacar dinheiro no exterior usando caixas eletrônicos?

Antes da viagem é crucial verificar se seu banco tem caixas eletrônicos compatíveis no exterior e pesquisar onde eles estão localizados. Também é preciso saber se o seu cartão é internacional. Após certificar que tudo está correto basta seguir as etapas abaixo:
1 – desbloqueie o cartão;
2 – localize um caixa automático;
3 – faça o saque.

Quais as taxas para sacar dinheiro no exterior?

É importante ressaltar que ao saque de dinheiro no exterior são aplicadas taxas e você deve contar com esse fator para não passar apertos. 
É importante escolher a melhor alternativa para transferir dinheiro e sacar fora do país pagando taxas justas. Para isso, a melhor alternativa para transferência é a plataforma digital Remessa Online.
As tarifas cobradas para sacar no exterior em caixas eletrônicos pelo meio convencional são:
1 – taxa de saque aplicada pela empresa que gerencia o caixa eletrônico;
2 – taxa de saque cobrada pelo banco;
3 – IOF de 6,38%;
4 – cotação do câmbio no modo turismo.