10 Dicas para sua viagem à Europa

Organizar uma viagem à Europa é algo que exige cautela. Isso porque, o continente tem muitas opções de destinos e cada um deles possuem suas peculiaridades.

Por serem países próximos, é possível conhecer vários destinos em uma só viagem.

Contudo, é preciso ponderar o estilo de viagem, ou seja, se você vai fazer um mochilão mais econômico ou vai priorizar o conforto.

A seguir confira 10 dicas para sua viagem à Europa :

1. Verifique se está tudo certo com seu passaporte e a necessidade de visto

Para fazer uma viagem à Europa é preciso ter um passaporte com validade superior a seis meses.

Antes de viajar à Europa verifique se o seu passaporte está com prazo de validade de pelo menos seis meses.
Antes de viajar à Europa verifique se o seu passaporte está com prazo de validade de pelo menos seis meses.

Caso o prazo de expiração do passaporte esteja próximo do vencimento, o ideal é solicitar a renovação para não ter nenhum problema.

Em relação aos vistos, a maioria dos países da Europa fazem parte da Área Schengen, que é um acordo que permite a livre circulação de turistas por até 90 dias sem a necessidade de visto.

Antes de sua viagem, verifique se o país ou países que deseja ir faz parte da Área Schengen e, caso não faça, verifique com o consulado de cada país como obter o visto de turista.

2. Monte um roteiro em sua viagem à Europa

Certamente o roteiro requer planejamento e deve ser feito de acordo com os dias que você pretende ficar em cada cidade e ou país.

Faça um planejamento prévio das cidades e atrações que deseja visitar em sua viagem à Europa.
Faça um planejamento prévio das cidades e atrações que deseja visitar em sua viagem à Europa.

Defina quantos dias ficará em cada uma e os locais que pretende visitar.

Uma boa dica é buscar a experiência de pessoas que já fizeram roteiros semelhantes para se basear e ponderar o que realmente vale a pena e quantos dias separar para cada atividade.

3. Defina a logística de viagem

Uma viagem à Europa pode ser feita de maneiras diversa e também a partir da combinação de meios transportes.

Você pode fazer uma associação de meios de transportes em sua viagem à Europa ou escolher apenas um deles. Os trens costumam ser uma ótima opção.
Você pode fazer uma associação de meios de transportes em sua viagem à Europa ou escolher apenas um deles. Os trens costumam ser uma ótima opção.

Você pode alugar um carro, ir de trem ou de avião (muitas vezes os trechos aéreos saem até mais baratos com as chamadas companhias low cost).

Veja com antecedência a questão dos preços e passagens e sempre faça pesquisas considerando uma margem de dias, pois, dessa forma, é possível encontrar tarifas mais em contas.

4. Contrate um Seguro de Viagem ou Assistência Médica

Isso certamente é algo que não pode deixar de ser feito, pois além de ser exigência para a entrada nos países que fazem parte da Área de Schengen, você pode precisar de um médico durante a viagem e se não tiver um seguro o atendimento custa muito caro.

O Seguro Médico é importante para no caso de doenças e acidentes. Além disso, é exigência para a entrada em países da Área de Schengen.
O Seguro Médico é importante para no caso de doenças e acidentes. Além disso, é exigência para a entrada em países da Área de Schengen.

Assim, investir em um Seguro Saúde é relativamente baixo se for comparar ao custo de uma consulta no exterior.

Verifique com uma empresa que oferece o serviço qual melhor se adapta ao seu perfil de viajante.

Durante a viagem ande sempre com a documentação do seguro e o telefone para contato, no caso precise buscar assistência médica.

5. Atente para a bagagem

Atente na bagagem permitida para o embarque de acordo com a passagem que você comprar.

Atente para as regras de bagagens de sua passagem.
Atente para as regras de bagagens de sua passagem.

Geralmente em uma viagem à Europa  pela classe econômica é permitido despachar uma mala de 23 quilos e levar uma bagagem de mão de 8 quilos.

É essencial também colocar lacres que protejam sua mala, para que elas não sejam abertas e você tenha pertences de valor extraviados.

6. Aprenda as palavras básicas de outro idioma

Ainda que em muitos países europeus a língua seja o inglês, há exceções que falam outras línguas.

Aprender alguns termos básicos em outra língua vai facilitar a sua comunicação e também fazer com que os europeus se mostrem mais disponíveis.
Aprender alguns termos básicos em outra língua vai facilitar a sua comunicação e também fazer com que os europeus se mostrem mais disponíveis.

Assim, o ideal é que antes da viagem você aprenda algumas palavras básicas na língua.

Isso porque, as pessoas vão ser muito mais receptivas ao perceberem que você está tentando se comunicar no idioma local.

Compre um dicionário ou use o Google Translate para aprender algumas expressões básicas.

7. Pondere o clima

Saber o clima que você vai enfrentar é muito importante na hora da organizar a mala e se antecipar às altas temperaturas ou a um inverno rigoroso.

Saber como está o clima é essencial para arrumar sua mala. Lembrando que a Europa possui invernos rigorosos.
Saber como está o clima é essencial para arrumar sua mala. Lembrando que a Europa possui invernos rigorosos.

O clima também deve ser levado em consideração de acordo com as atividades que deseja fazer em cada país.Por exemplo: Se desejar aproveitar as praias, escolha ir durante o verão europeu.

8. Defina o quanto vai gasta e a forma de levar o dinheiro

Você precisa planejar o quanto vai levar de dinheiro para gastar em sua viagem.

As passagens, hospedagem e seguro de viagem você já pode pagar previamente no cartão de crédito, mas é preciso levar uma quantia de dinheiro com você… se for  ocaso você pode enviar dinheiro para sua conta no exterior também.

Faça um planejamento do quanto em média vai gastar durante a sua viagem.
Faça um planejamento do quanto em média vai gastar durante a sua viagem.

Se você não quer levar todo o dinheiro em espécie com medo de perder ou ser furtada, uma boa dica são os cartões internacionais pré-pago, que cobram taxas de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), mas podem ser uma opção segura de ter dinheiro disponível, bem como deixar para sacar uma quantia em caixas do exterior.

Para minimizar os riscos, nunca coloque dinheiro na mala que vai ser despachada, pois ela pode ser extraviada.

Ao trocar dinheiro, fique de olho no câmbio e nas diferenças de taxas e valores. Uma boa dica é ir comprando o euro aos poucos, o que minimiza os riscos de se aproximar a viagem e você ter que comprar uma grande quantidade de euro com o câmbio alto.

9. Leve carregadores e adaptores de tomada

Para não ter problemas com carregadores e adaptores, leve um adaptador universal, que você pode encontrar facilmente em lojas especializadas em gadgets.

O padrão de tomadas da Europa é diferente do Brasil. Por isso, leve um adaptador universal.
O padrão de tomadas da Europa é diferente do Brasil. Por isso, leve um adaptador universal.

Dê preferência também por carregar eletroeletrônicos bivolts. A maioria dos países europeus possuem a voltagem 220V, mas há exceções.

10. Se planeje com os horários de cada país

Atente para a mudança de fuso horário de acordo com o país que vai ficar.
Atente para a mudança de fuso horário de acordo com o país que vai ficar.

A Europa possui três zonas de tempo diferente, que são:

  • Greenwich Mean Time (GMT): Portugal, Grã Bretanha, Islândia , Irlanda;
  • Central European Time (CET) GMT+1 hora: Áustria, Bélgica, Croácia, Republica Tcheca, Dinamarca,França, Alemanha, Holanda, Hungria, Itália, Luxemburgo, Malta, Mônaco, Noruega, Polônia, Espanha, Eslovênia, Eslováquia, Suíça e Suécia;
  • Eastern European Time (EET) GMT+2 horas: Bulgária, Chipre, Estônia, Finlândia, Grécia, Latvia, Lithuania, Romênia, Turquia e Ucrânia.

Assim, para não se perder nos horários, ajuste seu relógio no momento que desembarcar.

A facilidade dos dias de hoje é que o celular faz isso, o que ajuda a evitar erros na hora de planejar passeios e/ou compromissos.

Com essas dicas, certamente fica mais fácil fazer o planejamento de sua viagem à Europa. Foi para lá recentemente e quer compartilhar sua experiência? Deixe um comentário para a gente e algumas cias 🙂