Descubra como receber aposentadoria no exterior

por Remessa Online
3 minutos de leitura
Entenda como receber aposentadoria no exterior

Descobrir como receber aposentadoria no exterior é uma dúvida de muitos aposentados que desejam começar uma nova vida fora do país, mas têm receio da mudança por medo de não conseguir receber seu benefício.

Muitos brasileiros estão reprogramando a vida para morar no exterior como aposentado e, para isso, precisam saber como transferir o dinheiro e não passar aperto ou qualquer tipo de dificuldade financeira.

Se a sua ideia é morar no exterior depois de aposentado, recomendamos fortemente um planejamento financeiro adequado, incluindo a escolha do meio mais fácil, rápido e econômico de receber sua aposentadoria lá fora. Conheça neste post, os serviços da Remessa Online!

Como funciona o recebimento de aposentadoria no exterior?

Para morar no exterior é fundamental considerar alguns fatores de risco, como estar em um país estrangeiro, a conversão da moeda, a fonte de renda e o fato de que não dá para voltar ao país de origem sempre que surgir uma pendência.

Isso quer dizer, que mesmo aposentado e com tempo livre, você deve pensar em todos os prós e contras, sobretudo, no que disser respeito ao dinheiro que você precisa receber todos os meses e certamente será usado para custear sua nova vida.

Existem diversas formas de transferir o dinheiro da aposentadoria para o exterior, sendo as principais e mais modernas, as plataformas de transferência online. Essa é uma opção vantajosa, seja pela praticidade ou pelo custo mais baixo.

O INSS não envia dinheiro diretamente para o exterior. Ele deposita o benefício na conta nacional do beneficiário e cabe à pessoa enviar o valor para a conta fora do país.

Para receber aposentadoria no exterior, existem duas possibilidades: receber diretamente no exterior caso o aposentado esteja em um país que mantém acordo previdenciário com o Brasil ou emitir uma procuração e deixar com alguém de confiança para que essa pessoa receba o dinheiro no Brasil e transfira para a conta estrangeira do aposentado.

Na hora de realizar essa transferência internacional, o meio mais barato é usando a plataforma da Remessa Online. Os bancos tradicionais até fazem a operação, mas as tarifas cobradas são muito elevadas.

Alguns países possuem acordo com a Previdência que possibilita o recebimento do benefício —  você precisará abrir uma solicitação na Previdência Social brasileira, para transferir o benefício para a Previdência do país de destino.

Prova de vida para manter o benefício ativo

O aposentado residente fora do país precisa comprovar que está vivo para que o benefício não seja suspenso. A prova de vida pode ser realizada comparecendo ao consulado no país de residência para solicitar a declaração devidamente assinada pela autoridade do consulado.

É válido também preencher o formulário de atestado de vida e comprovar junto ao INSS. Essa opção só será possível se o país para o qual você decidir partir estiver dentro da convenção de Haia, ou seja, no acordo entre os países para reconhecimento de documentos públicos estrangeiros.

Descubra como receber aposentadoria no exterior 396001540 - Descubra como receber aposentadoria no exterior
Brasileiros podem receber seu benefício do INSS no exterior, mas precisam pagar imposto de 25% sobre o valor do benefício.

Países que mantêm acordo com a Previdência

A contribuição em países que mantêm acordo previdenciário com o Brasil pode ser bastante simplificada e facilitar o processo. Caso você não possa se filiar à Previdência do país, terá como possibilidade, se inserir como segurado facultativo.

Uma vez assegurado pelo acordo com o governo brasileiro, você como aposentado, terá garantias quanto aos direitos previdenciários. O Brasil mantém acordo com os seguintes governos:

  1. Alemanha;
  2. Argentina;
  3. Bolívia;
  4. Bélgica;
  5. Cabo Verde;
  6. Canadá;
  7. Chile;
  8. Coreia do Sul;
  9. Espanha;
  10. Estados Unidos;
  11. El Salvador;
  12. França;
  13. Grécia;
  14. Itália;
  15. Japão;
  16. Luxemburgo;
  17. Portugal
  18. Peru;
  19. Uruguai;
  20. Suíça.

Como receber aposentadoria no exterior

Em 2013 passou a vigorar a Lei 9.779/99 que determina a retenção de 25% de IR pela Receita Federal em benefícios recebidos no exterior. Mesmo para quem receber um salário mínimo, haverá a incidência do imposto.

Em 2016 a Lei 13.315 que altera as antigas Leis de nº 12.249, 9.779/99 e 9.481/97, foi sancionada, pelo então Presidente da República em exercício, Michel Temer — a lei trata da incidência do imposto de renda em remessas ao exterior de aposentadoria e pensões.

As facilidades diretas do processo dependem da existência do acordo entre países. Se houver acordo internacional entre as previdências, o benefício cai direto na conta no exterior indicada pelo aposentado solicitante.

Em caso de residência em um país que não tenha acordo com a Previdência Social brasileira, o procurador nomeado poderá fazer todos os procedimentos em seu nome.  Depois que tudo estiver resolvido, bastará definir a forma de transferir o dinheiro, mas não se esqueça de avaliar as tarifas do processo.

São muitas as possibilidades de enviar o dinheiro para o exterior e você deve escolher o serviço com melhor custo-benefício, considerando que a conversão da moeda já poderá reduzir o seu benefício, dependendo do país que escolher para morar.

As transferências internacionais realizadas pelas plataformas digitais são as melhores da atualidade, com tarifas acessíveis e maior agilidade. Veja como funcionam os serviços da Remessa Online.

Transações internacionais com a Remessa Online

Uma plataforma moderna, segura e com as melhores tarifas do mercado — assim é a Remessa Online que oferece um serviço de qualidade, transferindo o seu dinheiro em até um dia útil, totalmente online.

Para se cadastrar na Remessa Online e realizar as transferências internacionais de envio do seu dinheiro da aposentadoria ao exterior basta seguir o passo a passo na plataforma e você estará apto a realizar qualquer operação financeira de transferência.

Para fazer cadastro no site da Remessa Online, siga os passos a seguir:

  1. acessar o site da Remessa Online;
  2. clicar em cadastrar no canto superior direito;
  3. definir pessoa física ou jurídica;
  4. informar os dados;
  5. ler os termos de uso;
  6. criar um usuário e senha.

Para enviar sua aposentadoria do Brasil para o exterior, é tudo muito simples e rápido. A Remessa Online usa o dólar comercial e cobra um custo de serviço de 1,3%, além do IOF de 1,1%. Além disso, é importante ressaltar que, conforme mencionamos acima, será necessário reter 25% do valor total do benefício, que será referente ao Imposto de Renda estipulado por lei.

Agora que você já sabe tudo sobre o recebimento da aposentadoria no exterior, acesse o site da Remessa Online faça suas simulações e, em caso de dúvida, contate um dos nossos profissionais para um atendimento personalizado!

Assuntos relacionados