Renda Fixa e Renda Variável: quais as principais diferenças, vantagens e desvantagens

Entenda quais são as principais diferenças entre renda fixa e variável e descubra qual aplicação é ideal para você.

Renda fixa e renda variável

Quem investe com certeza já ouviu falar nos ativos de renda fixa e renda variável. Mas quais as são principais diferenças entre os dois tipos de investimentos? Com suas vantagens e desvantagens, cada um deles é indicado para um perfil diferente de investidor por conta dos riscos e rentabilidade específicos. 

Acompanhe o artigo abaixo e descubra as principais diferenças entre os dois modelos de investimentos. Ainda, confira também quais as vantagens e desvantagens de investir em renda fixa e renda variável. Vamos lá? 

O que é Renda Fixa?

Renda Fixa é qualquer investimento que possui as regras de remuneração já no momento da aplicação do título. Essas regras determinam qual será o prazo e a forma que a remuneração será calculada e paga ao investidor nos vencimentos. 

Além disso, a renda fixa também pode ser fixada em um percentual mensal ou seguir algum índice como a Taxa Selic, o CDI, a inflação ou outro. O mais comum é que o índice usado seja o CDI (Certificado de Depósito Interbancário). 

Alguns exemplos de renda fixa são:

  • • Poupança;
  • • Certificado de Depósito Bancário (CDB);
  • • Tesouro Direto;
  • • Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e  Letra de Crédito do Agronegócio (LCA);
  • • Letra de Câmbio.

Vantagens da Renda Fixa

Entre as vantagens da renda fixa podemos destacar, principalmente, a segurança. Alguns são até mais seguros do que a poupança e vários são assegurados pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC). Além disso, a rentabilidade das aplicações é estável e recorrente, ideal para quem  tem o objetivo de formação e proteção de patrimônio. 

Também, aplicar em renda fixa é muito simples e tudo pode ser feito online, além da facilidade de aportes iniciais custam a partir de R$ 30,00 a R$ 100. 

Outra vantagem da renda fixa é a possibilidade de liquidez diária, ou seja, você pode resgatar os rendimentos a qualquer momento. Por isso, ela é ideal para reservas de emergência. 

Desvantagens da Renda Fixa

Por outro lado, a renda fixa também possui desvantagens. A primeira delas é, claro,  a incidência de taxas e tributos como a taxação no Imposto de Renda.

Além disso, alguns investimentos possuem prazo de carência, ou seja, por um determinado período você não pode solicitar o resgate antecipado e se precisar, terá que pagar multa. 

Confira os tipos de rendas variáveis
Conheça os tipos de rendas variáveis disponíveis no mercado.

O que é Renda Variável?

Por outro lado, a Renda Variável é caracterizada pela imprevisibilidade dos rendimentos. Ou seja, não há como ter certeza de quanto será o ganho ao final do processo. 

Assim, ela é altamente volátil, pois as mudanças no mercado podem trazer grandes ganhos ou perdas significativas. Entre alguns fatores que afetam o mercado e, portanto, os ativos de renda variável, podemos destacar a taxa de juros e o cenário político.

Alguns exemplos de investimento em renda variável são:

Vantagens da Renda Variável

A principal vantagem da Renda Variável é a possibilidade de maximizar seus lucros. Isso porque os ganhos podem ser altíssimos, porém imprevisíveis. 

Além disso, você pode aplicar a curto, médio ou longo prazo e até mesmo no Day Trade, que dura apenas um dia. Sendo assim, você pode fazer aportes sempre que os lucros estão altos.

Outra vantagem é que na compra de ações, por exemplo, existe a possibilidade de você ter direitos de sócio de grandes empresas, já que as ações ordinárias concedem o benefício de votar nas assembleias gerais.

Confira dicas para ganhar dinheiro com fundos multimercados.

Desvantagens da Renda Variável

Alto risco! Essa é a maior desvantagem da renda variável que, principalmente a curto prazo, pode oscilar muito. Quanto maiores as chances de lucro também são maiores também as chances de prejuízos. 

Outro ponto de atenção são os custos da operação que, dependendo do valor investido e da corretora, podem ser muito altos. 

Principais diferenças entre renda fixa e variável

Existem diversas diferenças entre investimentos em renda fixa e renda variável. Enquanto com a primeira é possível prever qual é a rentabilidade, na variável não existe essa possibilidade. Por outro lado, a rentabilidade da renda variável tem possibilidade de ganhos muito maiores. 

Além disso, ao investir em renda variável você não conta com a segurança do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). 

Outra diferença é que a renda fixa é voltada para investidores mais conservadores que procuram rendimentos mais estáveis e com maior segurança. Também por isso, ela é recomendada como primeiro investimento para quem não possui uma reserva de emergência. 

Por outro lado, a renda variável é indicada para investidores que aceitam mais riscos em prol de maiores ganhos e, também, que possuam planos a longo prazo


Remessa Online para investimentos

Você sabia que pode investir em Renda Fixa ou Renda Variável no exterior? Essa é uma excelente forma de aumentar seus ganhos. Para isso, uma das melhores maneiras é contando com a Remessa Online

Após abrir uma conta de investimentos no exterior, no banco ou corretora de sua escolha, você pode se cadastrar gratuitamente o na Remessa Online e começar a fazer transferências internacionais para sua corretora em mais de cem países e diversas moedas. Tudo isso de forma transparente, rápida, barata e segura. 

Continue acompanhando o blog da Remessa Online e fique por dentro dos melhores investimentos para você no Brasil e exterior.