IRPF 2021: 8 dicas para não errar na hora de fazer a sua declaração 2020

Confira 8 dicas para que você não cometa erros na hora de fazer a declaração de IRPF 2021 e não tenha problemas com a Receita Federal.

IRPF 2021

O prazo para declarar o IRPF 2020 já começou e vai até dia 30 de abril. A Receita Federal estima que até lá sejam entregues 32.619.749 declarações. Se você é um desses contribuintes, deve se atentar para não cometer erros na hora de enviar sua documentação do Imposto de Renda referente ao ano de 2020.

Acompanhe o artigo abaixo e veja 8 dicas para que você acerte na hora de fazer a declaração de IRPF 2020. Vamos lá?

Como não errar na declaração IRPF 2021?

É muito comum que aconteçam erros na hora de fazer a declaração de Imposto de Renda. Para que isso não aconteça, veja algumas dicas que separamos para você. 

1. Atenção ao prazo final para declarar o IRPF 2021

A primeira dica é se atentar ao prazo para o envio da declaração de IRPF 2020. A data limite é 30 de abril e todos aqueles que são obrigados a enviar, mas não fazem, ficam sujeitos a pagar multas e  ter problemas com a Receita Federal. 

Para que isso não aconteça, não deixe para a última hora. Além de você ter menos tempo para corrigir eventuais erros, nos últimos dias o sistema costuma ficar mais lento e instável. 

Por fim, é mais vantajoso entregar o quanto antes. Isso porque, se você tiver direito à restituição, terá mais chances de receber a restituição logo nos primeiros lotes. 

2. Separe todos os documentos

Para fazer sua declaração IRPF 2020, é muito importante ter todos os documentos em mãos. Essa é uma etapa que deve ser feita com muito cuidado e atenção. 

Todas as informações devem estar organizadas para que você tenha acesso a todos os documentos solicitados sem maiores problemas. Dessa forma, todo o processo será feito rápido e com tranquilidade. 

Sendo assim, antes de iniciar sua declaração, separe os seguintes documentos:

  • Documentos pessoais (CPF, RG, título de eleitor, etc);
  • Informes dos rendimentos do empregador em caso de vínculo empregatício;
  • Comprovante de rendimento do banco comercial;
  • Comprovante de rendimento proveniente da corretora em caso de investimentos no Brasil ou exterior;
  • Comprovantes de despesas que podem ser abatidas (médicas, escolares, entre outras);
  • Informações do dependente;
  • Comprovantes de bens (imóvel, carro, entre outros).

3. Separe a documentação de seus dependentes

Um erro comum na hora de fazer a declaração, é se esquecer de colocar corretamente todos os seus dependentes. Isso acontece porque alguns contribuintes acreditam que os rendimentos e despesas de seus dependentes não precisam ser declarados

comprovantes necessarios do IRPF 2021 11 - IRPF 2021: 8 dicas para não errar na hora de fazer a sua declaração 2020
Reuna todos os comprovantes necessários do IRPF 2021.

4. Saiba quais são os valores de seu patrimônio

Para declarar seu IRPF 2020, você deve saber quais os valores de seu patrimônio corretamente e não apenas o que você acredita que ele vale. Tenha em mãos os papéis oficiais que informam esses valores. 

5. Preste atenção em seus investimentos nacionais e internacionais

Investidores também precisam tomar cuidado porque algumas aplicações podem incidir sobre a declaração como a bolsa de valores, por exemplo. 

Dessa forma, as quantias estão sujeitas a tributação se a movimentação dos ganhos líquidos ultrapassar R$ 20 mil. Os ganhos líquidos abaixo estarão isentos. Além disso, se você faz investimentos no exterior, não se esqueça de incluí-los em sua declaração. 

6. Declare suas contas no exterior

Quem possui uma conta no exterior não pode esquecer de incluí-la em sua declaração. Essa regra vale para todas as pessoas que possuem contas no exterior, independentemente do valor guardado nessas contas.

Essa conta deve ser informada na ficha Bens e Direitos – Depósito bancário em conta corrente no exterior. Além disso, você precisa inserir o país em que se encontra a conta e a quantia do saldo do dia 31 de dezembro de 2020. 

7. Cuidado com a digitação

Pode parecer bobagem, mas erros de digitação são muito comuns na hora de fazer a declaração de Imposto de Renda. Por isso, tenha um cuidado especial nesse momento. Digite todas as informações com calma e tranquilidade. 

Além da digitação de nomes e documentos, tome cuidado com a digitação de códigos e valores referentes a pagamentos. Portanto, sempre confira todos os algarismos nos códigos presentes e o valor do documento.  Também veja se tudo está digitado no local correto.

8. Faça com um Contador

Se você não tem prática ou sua declaração será mais complexa, o recomendado é que você faça a declaração IRPF 2020 com um contador. O profissional irá saber todos os pormenores importantes para que não aconteçam erros. 

Imposto de Renda 2021:
como declarar envios de dinheiro ao exterior?

Conclusão

O contribuinte tem até 30 de abril para fazer a declaração de IRPF 2021. É muito importante que ela seja feita corretamente para que não caia na chamada malha-fina e tenha problemas com a Receita Federal. 

Você tem dúvidas se precisa fazer a declaração? Veja neste artigo quem deve fazer a declaração do IRPF 2021.