Uruguai: Tudo que você precisa saber para morar no país

Morar no Uruguai pode ser uma boa alternativa para quem deseja novas oportunidades e residir em um país estável. Veja neste post tudo que você precisa saber para morar no Uruguai!

Tudo que você precisa saber para morar no Uruguai

O Uruguai é um dos destinos mais procurados para o turismo na América do Sul e também se destaca como um bom lugar para morar, estudar e trabalhar pela boa qualidade de vida e estabilidade política.

A crescente procura dos brasileiros por novas oportunidades e desafios reflete a instabilidade econômica do Brasil e o Uruguai tem atraído a atenção de quem quer se arriscar e começar uma nova vida no exterior.Se você deseja ficar bem informado sobre o assunto, confira neste post tudo que você precisa saber para morar no Uruguai e tire suas dúvidas para planejar melhor seus objetivos e uma nova vida.

Uruguai: Tudo que você precisa saber para morar no país

Para a grande maioria dos que desejam sair do país, os destinos mais comuns envolvem Estados Unidos, Portugal, França e Itália. Porém, um país vizinho começa a aparecer como uma ótima alternativa: o Uruguai.

Em menos de oito anos, o número de brasileiros que decidiram sair do país cresceu em mais de 165%. Em 2011, foram 8,1 mil declarações de saída definitiva do país, enquanto que em 2017, o número chegou a atingir cerca de 21,7 mil.

De 2015 para 2016 – auge da crise econômica -, o aumento foi de 40% em relação ao ano anterior. Os motivos para essas saídas são muitos, mas o professor de Relações Internacionais da UEJR, Maurício Santoro, aponta três motivos principais: crise econômica, instabilidade política e medo da violência.

Com medidas públicas e posicionamentos políticos que por vezes desvalorizam o imigrante, os destinos mais comuns para a mudança começam a se tornar inviáveis e outros países despontam como opção. É o caso do Uruguai, que faz fronteira com o estado do Rio Grande do Sul e que possui economia estável, além de um histórico recente de pautas progressistas aprovadas por seu congresso.

Desde a eleição de Pepe Mujica, em 2010, o país realizou uma grande reforma social, legalizando o aborto, regulamentando o consumo recreativo da cannabis e legitimando o casamento homoafetivo.

Com isso, o país se manteve estável durante a crise de políticas públicas que se alastrou por toda América Latina e uma boa opção para quem quer morar fora do Brasil.

Morar no Uruguai

O Uruguai é um país receptivo para brasileiros e é considerado um dos melhores países na América Latina em qualidade de vida. É um país pequeno com uma economia estável.

O país tem uma taxa de analfabetismo muito baixa, assim como o índice de pobreza. A classe média é a mais representativa da população. 

O Uruguai, apesar da incidência de delitos, pode ser considerado um país seguro, com pessoas bem-educadas e mesmo nas grandes cidades, o trânsito é tranquilo.

Vizinho do Brasil, é um país pequeno e a população é de, aproximadamente, 3 milhões de habitantes e grande parte residem na capital, Montevidéu. Existem apenas 3 partidos políticos que reúnem 98% dos votos, que são a Frente Amplio, Partido nacional e partido colorado.

A estabilidade política é um fator de destaque e com o controle da inflação e flexibilidade cambial atrai investimentos para o país proporcionando um crescimento sólido. Aspectos que são relevantes fomentar a economia e gerar oportunidades.

A qualidade de vida é perceptível nas ruas das metrópoles e também no interior. Com ruas bem limpas e organizadas, serviços públicos que funcionam bem, detalhes que fazem o Uruguai ter um índice de desenvolvimento humano bem maior do que o Brasil.

As origens culturais do país

A população de brasileiros no Uruguai é de aproximadamente 15,5 mil pessoas. Por ter um custo de vida semelhante à São Paulo, a capital do país, Montevidéu concentra a maior parte desta população.

Outro paralelo com São Paulo é o estilo de vida acelerado do povo uruguaio, Apesar de ser comum, mesmo em dias úteis, vermos algumas pessoas relaxando à beira do rio La Plata.

Com uma população majoritariamente descendente de imigrantes de diversas partes do mundo (em especial, Europa e África), o Uruguai é uma nação multicultural e rica em costumes locais.

Muitos destes costumes são originários do campo como, por exemplo, o consumo do mate em cuias de madeira, semelhantes às utilizadas no chimarrão sulista. A arte também tem muita influência do campo, principalmente na música popular.

La Rambla de Montevideo

O Uruguai e seus ritmos

Chamada “Folclore”, o estilo de música originário do país têm em seus temas recorrentes a vida no campo e os protestos contra a ditadura militar que o país viveu nas décadas de 70 e 80.

Outros estilos ainda mais famosos são o Tango e a Milonga, que carregam influências negras e européias em seus ritmos, danças e instrumentos utilizados.

Por una Cabeza”, de Carlos Gardel, é um dos mais famosos tangos do mundo e aparece em diversas obras como, por exemplo, no filme de 1992, “Perfume de Mulher”, protagonizado por Al Pacino e Chris O’Donnell.

Em uma das mais famosas cenas do filme, Al Pacino, que interpreta um tenente-coronel cego, ensina a personagem de Gabrielle Anwar a dançar tango, embalados pela famosa canção de Carlos Gardel.

Para aqueles que amam carnaval, não precisa morrer de saudade: o Uruguai tem o carnaval mais longo do mundo, podendo durar mais de 45 dias.

A festa de Carnaval no país é uma mistura de desfiles de rua, tambores africanos, teatro e diversos tipos de música – uma festa para todos os estilos. Não é a mesma festa popular do Brasil, com bloquinhos que arrastam multidões pelas ruas, mas pode ser muito divertido!

Pontos turísticos e arquitetura uruguaia

O país também é rico em museus, teatros e é conhecido por sua arquitetura única, que atraem turistas do da América Latina e do mundo inteiro. Conheça alguns dos principais locais:

Uruguai: Casapueblo
Casapueblo

Casapueblo

É um museu, ateliê, café e hotel criado pelo artista Carlos Vilaró. Curiosidade: este museu foi a inspiração para Vinícius de Moraes criar a música “Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada”.

Uruguai: Teatro Solis
Teatro Solis

Teatro Solis

Inaugurado em 1856, o Teatro Solis conta com arquitetura inspirada nos grandes teatros italianos e sua programação é diversa, com apresentações de música clássica, espetáculos teatrais e visitas guiadas temáticas, realizadas pelos próprios atores do teatro.

Uruguai: Mercado Del Puerto
Mercado Del Puerto

Mercado del Puerto

Completando 150 anos em 2018, o Mercado Del Puerto abriga os mais diversos estandes de comida da região. Os mais famosos, é claro, são os de churrasco. Um destes é La Chacra, que serve cerca de 200 quilos de carne por dia.

É um museu, ateliê, café e hotel criado pelo artista Carlos Vilaró. Curiosidade: este museu foi a inspiração para Vinícius de Moraes criar a música “Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada”.

Inaugurado em 1856, o Teatro Solis conta com arquitetura inspirada nos grandes teatros italianos e sua programação é diversa, com apresentações de música clássica, espetáculos teatrais e visitas guiadas temáticas, realizadas pelos próprios atores do teatro.

Completando 150 anos em 2018, o Mercado Del Puerto abriga os mais diversos estandes de comida da região. Os mais famosos, é claro, são os de churrasco. Um destes é La Chacra, que serve cerca de 200 quilos de carne por dia.

Mercado Del Puerto | Fonte; Flickr
Mercado Del Puerto | Fonte; Flickr

Quais os documentos necessários para entrar no Uruguai?

Os atrativos de mudança para o Uruguai começam já na documentação. Pelo fato dos dois países (Brasil e Uruguai) serem membros do Mercosul, o brasileiro não precisa de um visto para morar no Uruguai de forma legal. Isso também se aplica em casos de viagens: não é necessário um passaporte para visitar o país!

Outro fator interessante é que não é necessário morar temporariamente antes de solicitar a residência permanente – basta um documento de identidade e a certidão negativa de antecedentes criminais, que pode ser solicitada pelo site da Polícia Federal.

Ao chegar à sua nova pátria, você deverá levar seus documentos até o Ministério de Relações Exteriores do Uruguai, onde serão avaliados e aprovados pelo sistema legislativo local.

Outros documentos obrigatórios são: certidões brasileiras traduzidas por um tradutor juramentado e o carnê de saúde, documento necessário para trabalhar ou estudar no país.

A retirada do carnê de saúde é um pouco mais complexa, já que exige, além de documentos como RG e comprovante de vacinas, exames de urina e, no caso de mulheres, o resultado de um papanicolau recente.

Um dos últimos passos para que você seja, enfim, um cidadão uruguaio é se apresentar a uma delegacia e emitir seu comprovante policial de residência. Neste processo, é necessário estar acompanhado de duas testemunhas uruguaias que possam confirmar seu endereço.

Sendo aprovado nesta etapa, você receberá a cédula provisória de moradia, com validade de um ano (período médio necessário para sua documentação ser analisada).

Este é o documento mais importante, já que, sem ele, não é possível trabalhar, abrir uma conta em banco ou alugar uma casa no país, por exemplo. Logo após sua cédula provisória ser aprovada, você poderá retirar a versão definitiva do documento, que exige renovação a cada três anos.

Qual a moeda utilizada no Uruguai

A moeda comercializada no Uruguai é o peso Uruguaio, e para conversão direta, 1 real equivale a 8 pesos uruguaios. É importante ressaltar que é necessário avaliar o câmbio atual para uma conversão mais precisa.

Nas cidades turísticas Punta del Este e Colonia del Sacramento, também da capital Montevidéu o dólar americano, real e o peso argentino são bem aceitos e tem cotação muito próxima da encontrada em casas de câmbio.

O idioma falado no Uruguai é o espanhol latino que veio do castelhano. Algumas escolas têm aulas de português e é comum encontrar uruguaios que sabem falar português, principalmente na fronteira com o Brasil.

Como trabalhar e estudar no Uruguai

É notável que não faltam atrativos para arriscar e começar uma nova vida no Uruguai, com certeza é uma experiência que irá agregar bastante para sua carreira profissional e pessoal. 

Mesmo ciente de que essa mudança possa trazer benefícios, é natural ficar em dúvida sobre como é para trabalhar e estudar no país, veja como é!

Trabalhar no Uruguai

O primeiro passo para conseguir uma oportunidade é conhecer o idioma, espanhol, pelo menos em nível intermediário. É importante saber se comunicar, escrever e entender a língua local.

Um diferencial é ter inglês avançado assim como o português. Algumas vagas dão preferência para pessoas que falam mais de um idioma. Apesar de ser um país pequeno, está em crescimento e há oportunidades de trabalho. Basta ter paciência e ir em busca.

Para trabalhar no Uruguai na sua área de formação validar o diploma. É um pouco burocrático, mas necessário para legalizar sua atuação. O procedimento consiste, na maioria dos casos, em:

  1. assinaturas dos responsáveis na faculdade;
  2. reconhecimento das assinaturas em cartório;
  3. validação do Consulado Uruguaio no Brasil;
  4. tradução dos documentos;
  5. registro dos documentos traduzidos no Ministério de Relaciones Exteriores;
  6. análise da documentação pela UDELAR (Universidad de la República del Uruguay).

Existe um acordo multilateral de previdência social no Mercosul que permite aos trabalhadores, acesso aos benefícios previdenciários, em qualquer país que envolvido, logo a pessoa deve fazer o processo de imigração legal para obter a documentação e exercer a atividade profissional regularmente.

Cabe salientar que é preciso estar legalizado para ter acesso aos benefícios e direitos previstos na lei. O Mercosul desenvolveu uma cartilha para ajudar pessoas que desejam trabalhar nos países envolvidos no acordo. Os documentos solicitados são:

  1. passaporte válido;
  2. documentos pessoais atualizados;
  3. carteira de identidade estrangeira (emitida pela Polícia Federal);
  4. certidão de antecedentes criminais;
  5. certificado internacional de vacina ou certificado médico migratório;
  6. carta convite ou contrato de trabalho.

Normalmente, as pessoas conseguem trabalho fora da área de formação o que é muito bom para ganhar experiência, fluência no idioma e fazer contatos para buscar novas oportunidades no futuro.

Os maiores sites para busca de emprego no país são o Buscojobs e o Computrabajo

É muito importante que o imigrante esteja disposto a aceitar um emprego fora de sua área de formação no início de sua estadia, pois o grau de dificuldade para um imigrante entrar em sua área é alto, independente do país.

Estudar no Uruguai

Para estudar no Uruguai o procedimento é bem semelhante ao de trabalho. Não é preciso nenhum tipo de visto específico se o estudante não ultrapassar 90 dias no país, devido à lei dos cidadãos do Mercosul.

Caso o desejo é realizar algum curso com maior, como graduação e técnicos, cuja carga horária é maior que 90 dias, é necessário solicitar a residência no Ministério de Relaciones Exteriores. O custo do processo pode chegar a 1950 pesos, com validade de 2 anos que pode ser prorrogada. São exigidos os seguintes documentos.

  1. documentos pessoais atualizados;
  2. certificado internacional de vacina;
  3. passaporte;
  4. antecedentes criminais;
  5. matrícula ou carta de aceite de uma instituição de ensino;
  6. comprovante de meios de subsistência durante o período de curso.

Custo de Vida no Uruguai

O salário mínimo do país é de UYU 13.430 pesos uruguaios. Entretanto, segundo pesquisas da Numbeo (serviço de pesquisas globais), o salário médio no país é de UYU 24,413.80. A estimativa de gastos mensais varia entre 8.000 e 14.000 pesos, dependendo do estilo de vida.

O país está em crescimento, em especial para as áreas de TI e engenharia. Entretanto, as vagas mais comuns para brasileiros são atendente de call center, atendentes de loja e vendedores de passagens aéreas.

Transações internacionais Remessa Online

A questão financeira é crucial para qualquer mudança e requer um planejamento realista e abrangente. Portanto, é extremamente necessário saber como enviar e receber dinheiro no Uruguai.

Por mais perfeito que seja é sempre possível ocorrer eventualidades e nesse momento é preciso saber a melhor forma de fazer transações internacionais com agilidade, segurança e tarifas baixas.

A Remessa Online oferece uma plataforma digital moderna e sem burocracias que realiza movimentações financeiras entre países com as melhores taxas do mercado e sua transferência é concretizada em apenas 1 dia útil.

É só fazer o seu cadastro fornecendo informações básicas e já está pronto para fazer operações financeiras.  O processo de envio e recebimento é muito fácil, não tem segredos.

  1. faça o cadastro no site Remessa Online;
  2. informe os dados do destinatário;
  3. informe o valor e moeda;
  4. faça o pagamento.

O Uruguai é um país que reserva grandes experiências, desafios e oportunidades para quem deseja morar fora do Brasil. Com certeza é uma ótima alternativa para recomeçar.

Se você deseja saber mais informações importantes, siga a Remessa Online no Facebook, LinkedIn e Twitter e fique por dentro de todas as novidades, além de conteúdos exclusivos!

Resumindo:

Quais são os documentos necessários para entrar no Uruguai?

Os atrativos de mudança para o Uruguai começam já na documentação. Os países são membros do Mercosul brasileiro não precisa de um visto para morar no Uruguai de forma legal. Os documentos necessários são:
1. Passaporte válido;
2. certidões brasileiras traduzidas por um tradutor juramentado;
carnê de saúde;
3. documento necessário para trabalhar ou estudar no país.

Quais são os documentos necessários para trabalhar no Uruguai?

1. passaporte válido;
2. documentos pessoais atualizados;
3. carteira de identidade estrangeira (emitida pela Polícia Federal);
4. certidão de antecedentes criminais;
5. certificado internacional de vacina ou certificado médico migratório;
6. carta convite ou contrato de trabalho.