Uruguai: Tudo que você precisa saber para morar no país

Morar no Uruguai

Para a grande maioria dos que desejam sair do país, os destinos mais comuns envolvem Estados Unidos, Portugal, França e Itália.
Porém, um país vizinho começa a aparecer como uma ótima alternativa: o Uruguai.

Em menos de oito anos, o número de brasileiros que decidiram abandonar o país cresceu em mais de 165%.

Em 2011, foram 8,1 mil declarações de saída definitiva do país, enquanto que em 2017, o número chegou a atingir cerca de 21,7 mil.

De 2015 para 2016 – auge da crise econômica -, o aumento foi de 40% em relação ao ano anterior.

Os motivos para essas saídas são muitos, mas o professor de Relações Internacionais da UEJR, Maurício Santoro, aponta três motivos principais: crise econômica, instabilidade política e medo da violência.

NÃO É SÓ ECONOMIA, NÃO É SÓ FATO DE O PAÍS ESTAR VIVENDO UM MOMENTO DE DESEMPREGO ALTO. É UM SENTIMENTO MAIS AMPLO QUE ISSO, DE PREOCUPAÇÃO COM O BRASIL E DE DESESPERANÇA

Com medidas públicas e posicionamentos políticos que por vezes desvalorizam o imigrante, os destinos mais comuns para a mudança começam a se tornar inviáveis e outros países despontam como opção, como é o caso do Uruguai, que faz fronteira com o estado do Rio Grande do Sul e que possui economia estável, além de um histórico recente de pautas progressistas aprovadas por seu congresso.

Desde a eleição de Pepe Mujica, em 2010, o país realizou uma grande reforma social, legalizando o aborto, regulamentando o consumo recreativo da cannabis e legitimando o casamento homoafetivo.

Com isso, o país se manteve estável durante a crise de políticas públicas que se alastrou por toda América Latina.

Quais os documentos necessários para entrar no Uruguai?

Os atrativos para a mudança para o Uruguai começam já na documentação. Pelo fato dos dois países (Brasil e Uruguai) serem membros do Mercosul, o brasileiro não precisa de um visto para morar no Uruguai de forma legal.

Isso também se aplica em casos de viagens: não é necessário um passaporte para visitar o país!

Outro fator interessante é que não é necessário morar temporariamente antes de solicitar a residência permanente – basta um documento de identidade e a certidão negativa de antecedentes criminais, que pode ser solicitada pelo site da Polícia Federal.

Ao chegar à sua nova pátria, você deverá levar seus documentos até o Ministério de Relações Exteriores do Uruguai, onde serão avaliados e aprovados pelo sistema legislativo local.

Outros documentos obrigatórios são: certidões brasileiras traduzidas por um tradutor juramentado e o carnê de saúde, documento necessário para trabalhar ou estudar no país.

A retirada do carnê de saúde é um pouco mais complexa, já que exige, além de documentos como RG e comprovante de vacinas, exames de urina e, no caso de mulheres, o resultado de um papanicolau recente.

Um dos últimos passos para que você seja, enfim, um cidadão uruguaio é se apresentar à uma delegacia e emitir seu comprovante policial de residência.

Neste processo, é necessário estar acompanhado de duas testemunhas uruguaias que possam confirmar seu endereço.

Sendo aprovado nesta etapa, você receberá a cédula provisória de moradia, com validade de um ano (período médio necessário para sua documentação ser analisada).

Este é o documento mais importante, já que, sem ele, não é possível trabalhar, abrir uma conta em banco ou alugar uma casa no país, por exemplo.

Logo após sua cédula provisória ser aprovada, você poderá retirar a versão definitiva do documento, que exige renovação a cada três anos.

As origens culturais do país

A população de brasileiros no Uruguai é de, aproximadamente, 15,5 mil pessoas. Por ter um custo de vida semelhante à São Paulo, a capital do país, Montevidéu concentra a maior parte desta população.

Outro paralelo com São Paulo é o estilo de vida acelerado do povo uruguaio, apesar de ser comum, mesmo em dias úteis, vermos algumas pessoas relaxando à beira do rio La Plata.

La Rambla de Montevideo

Com uma população majoritariamente descendente de imigrantes de diversas partes do mundo (em especial, Europa e África), o Uruguai é uma nação multicultural e rica em costumes locais.

Muitos destes costumes são originários do campo, como por exemplo o consumo do mate em cuias de madeira, semelhantes às utilizadas no chimarrão sulista.

A arte também têm muita influência do campo, principalmente na música popular.

O Uruguai e seus ritmos

Chamada “Folclore”,o estilo de música originário do país têm em seus temas recorrentes a vida no campo e os protestos contra a ditadura militar que o país viveu nas décadas de 70 e 80.

Outros estilos ainda mais famosos são o Tango e a Milonga, que carregam influências negras e européias em seus ritmos, danças e instrumentos utilizados.

“Por una Cabeza”, de Carlos Gardel, é um dos mais famosos tangos do mundo e aparece em diversas obras, como por exemplo no filme de 1992, “Perfume de Mulher”, protagonizado por Al Pacino e Chris O’Donnell.

Em uma das mais famosas cenas do filme, Al Pacino, que interpreta um tenente-coronel cego, ensina a personagem de Gabrielle Anwar a dançar tango, embalados pela famosa canção de Carlos Gardel.

Para aqueles que amam carnaval, não precisa morrer de saudade: o Uruguai tem o carnaval mais longo do mundo, podendo durar mais de 45 dias.

A festa no país é uma mistura de desfiles de rua, tambores africanos, teatro e diversos tipos de música – uma festa para todos os estilos. Não é a mesma festa popular do Brasil, com bloquinhos que arrastam multidões pelas ruas, mas pode ser muito divertido!

Pontos turísticos e arquitetura uruguaia

O país também é rico em museus, teatros e é conhecido por sua arquitetura única. Conheça alguns dos principais locais:

Uruguai: Casapueblo
Casapueblo

É um museu, ateliê, café e hotel criado pelo artista Carlos Vilaró. Curiosidade: este museu foi a inspiração para Vinícius de Moraes criar a música “Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada”.

Uruguai: Teatro Solis
Teatro Solis

Inaugurado em 1856, o Teatro Solis conta com arquitetura inspirada nos grandes teatros italianos e sua programação é diversa, com apresentações de música clássica, espetáculos teatrais e visitas guiadas temáticas, realizadas pelos próprios atores do teatro.

Uruguai: Mercado Del Puerto
Mercado Del Puerto

Completando 150 anos em 2018, o Mercado Del Puerto abriga os mais diversos estandes de comida da região. Os mais famosos, é claro, são os de churrasco. Um destes é La Chacra, que serve cerca de 200 quilos de carne por dia.

Mercado Del Puerto | Fonte; Flickr
Mercado Del Puerto | Fonte; Flickr

Custo de Vida no Uruguai

O salário mínimo do país é de UYU 13.430 pesos uruguaios. Entretanto, segundo pesquisas da Numbeo (serviço de pesquisas globais), o salário médio no país é de UYU 24,413.80. A estimativa de gastos mensais varia entre 8.000 e 14.000 pesos, dependendo do estilo de vida.

O país está em crescimento, em especial para as áreas de TI e engenharia. Entretanto, as vagas mais comuns para brasileiros são atendente de call center, atendentes de loja e vendedores de passagens aéreas.

Os maiores sites para busca de emprego no país são o Buscojobs e o Computrabajo

É muito importante que o imigrante esteja disposto a aceitar um emprego fora de sua área de formação no início de sua estadia, pois o grau de dificuldade para um imigrante entrar em sua área é alto, independente do país.

Aproveite essa experiência para praticar o idioma e conhecer mais sobre as pessoas e os costumes do povo uruguaio!