Organização financeira para freelancers: 4 dicas para otimizar o seu negócio

Se você tem ou já conquistou o objetivo de trabalhar como freelancer para empresas do exterior, chegou a hora de aprender como organizar a sua vida financeira. Confira as nossas dicas!

Organização financeira para freelancers 750x375 - Organização financeira para freelancers: 4 dicas para otimizar o seu negócio

Nos últimos anos, o trabalho freelancer deixou o status de tendência para se tornar realidade. E neste ano, com a pandemia, a modalidade passou a ser ainda mais procurada por profissionais de diversos segmentos, com oportunidades disponíveis no mundo todo. 

No entanto, muitos profissionais enfrentam dificuldades para organizar a vida financeira. Por isso, selecionamos 4 dicas para otimizar o seu negócio. Confira agora e mantenha a sua gestão financeira em dia.

1. Realize o controle financeiro aplicando a divisão 50/35/15

Todo valor recebido através de trabalhos realizados deve ser dividido entre três principais categorias: despesas fixas, gastos pessoais e reserva financeira. 

Buscar manter a visibilidade dos valores recebidos, bem como organizá-los, é extremamente importante. O profissional precisa organizar a sua receita mensal com base nas três categorias citadas.

  • 50% para as despesas fixas
  • 35% para os seus gastos pessoais
  • 15% para gerar uma reserva financeira

Ou seja, se no mês de novembro a sua receita foi de R$ 10.000, a divisão ideal do valor ficaria da seguinte forma:

  • R$ 5.000 para as despesas fixas
  • R$ 3.500 para os seus gastos pessoais
  • R$ 1.500 para gerar uma reserva financeira

2. Invista em conquistar freelas fixos

Entregar bons trabalhos, de acordo com o pedido e as expectativas do cliente, pode render mais que o valor combinado inicialmente: pode gerar recorrência. 

Dessa forma, apesar da autonomia para definir as próprias demandas e o ritmo de trabalho, o profissional freelancer pode contar com uma maior estabilidade financeira.

Para aumentar as chances de uma parceria fixa, ou de médio-longo prazo, além de entregar um trabalho com alta qualidade, o profissional pode oferecer flexibilidade relacionada aos prazos e, também, descontos progressivos – quanto mais demandas, maior o desconto.

3. Utilize ferramentas para realizar a sua gestão financeira

Atuando como freelancer, é comum que as entradas de dinheiro sejam mais variáveis, o que pode dificultar o controle ao longo do mês. 

Por isso, selecionamos 3 aplicativos que podem ajudar na sua gestão, possibilitando economia de tempo, fácil visibilidade e maior potencial de planejamento. 

  1. Guiabolso: Promete ajudar no gerenciamento de diferentes contas num só lugar, organizando os gastos em categorias para que o usuário tenha maior clareza.
  2. Orçamento Fácil: Possibilita a criação de orçamentos para cuidar da sua vida financeira de maneira intuitiva e personalizada.
  3. Wallet: Permite realizar o lançamento de rendimentos e gastos, analisar gráficos de transações e sincronizar contas bancárias.

4. Economize em taxas e tarifas

Para receber pelos trabalhos prestados para empresas de outros países, conte com a Remessa Online! Além da segurança, oferecemos agilidade e custo administrativo até 8x mais barato que os valores praticados pelos bancos tradicionais.

Com a Remessa Online, você envia e recebe valores do exterior em até 2 dias úteis, com base no câmbio comercial e sem burocracias desnecessárias. E utilizando o cupom ECONOMIZA2020 até 31 de dezembro de 2020, você realiza a sua 1º remessa com CUSTO ZERO!

ER HeaderBlog 1200x700 1024x597 - Organização financeira para freelancers: 4 dicas para otimizar o seu negócio
Cupom válido até 31 de dezembro de 2020 para a sua 1ª Remessa

Ser o próprio chefe, apesar de todo lado positivo, traz também alguns desafios, como a gestão financeira. Por isso, é importante traçar estratégias para manter a organização e controlar com inteligência o equilíbrio das contas.

Continue de olho no Blog da Remessa Online para acompanhar outras dicas que ajudarão a alavancar o seu negócio.