Saiba como fazer investimentos offshore

Com o avanço da tecnologia e maior acesso à informação, investir no exterior tem chamado a atenção dos brasileiros. Uma das modalidades que mais se destaca é a offshore, que possibilita aplicar recursos em ativos internacionais.

Os investimentos offshore são uma boa opção para quem deseja ampliar a carteira com ativos internacionais. Antes de aplicar, conheça suas particularidades!

No universo dos negócios existem diversos termos e categorias que às vezes podem causar dúvidas. O investimento offshore é um desses temas que não deve ser negligenciado, pois, consiste na aplicação em ativos fora do território nacional.

Toda forma de diversificar o capital deve ser avaliada por quem atua com investimentos financeiros, nesse contexto, o mercado internacional oferece oportunidade e muitos benefícios para prosperar a carteira e aumentar o patrimônio.

As opções para investir são inúmeras e o modelo offshore é atrativo, sobretudo, devido às questões tributárias. Para ajudar tirar suas dúvidas, confira neste post como esse tipo de aplicação funciona, conceitos e informações para descobrir se é uma boa opção para você!

O que é um investimento offshore?

Investimentos offshore são aplicações em ativos realizadas em empresas estabelecidas em outros países. Mesmo com sede internacional, é possível gerenciar os ativos offshore no país de origem de quem deseja investir. Permite investir recursos em:

  • Ações;
  • Fundos;
  • Variação cambial;
  • Títulos privados.

As companhias que recebem investimentos offshore estão localizadas em países considerados paraísos fiscais, devido aos muitos benefícios tributários, como sistema fiscal simples e baixa cobrança de impostos.

Os principais países que se enquadram nessas condições são Suíça, as Ilhas Cayman, Panamá e Bahamas. Essa política financeira foi adotada nesses países para facilitar e atrair investimentos estrangeiros.

Como investir nesses fundos?

Pode parecer complicado investir no exterior, entretanto, atualmente existem formas e meios para ter acesso de maneira rápida e eficiente em mercados financeiros do mundo todo, graças à tecnologia e a conectividade.

Muitos investidores procuram realocar seus investimentos em corretoras internacionais e essa opção está ganhando evidência devido à praticidade e por centralizar melhor as informações. Contudo, também existem opções para acessar o mercado internacional.

ETFs

O ETF — Exchange Traded Funds são fundos de ações que têm cotas negociadas pela BM&F Bovespa e permite investir em diversos ativos simultâneos. O processo de compra é fácil, bem semelhante às ações tradicionais.

BDRs

O BDR — Brazilian Depositary Receipt foi desenvolvido pela Bolsa de Valores e permite o acesso ao mercado internacional por meio da aquisição de valores mobiliados em empresas estrangeiras. É uma oportunidade para empresas captarem recursos e investimentos no Brasil.

Quais as vantagens?

A principal vantagem dos investimentos offshore é a possibilidade de explorar mercado financeiro mais estáveis e com bons rendimentos. Os países mais procurados oferecem isenções de impostos e sigilo nas operações.

Além disso, proporciona os seguintes benefícios:

  • Possibilidade de diversificar o investimento;
  • • Liberdade cambial;
  • Proteção do patrimônio;
  • Menor tributação.

Quais as desvantagens?

Um fator que é considerado uma desvantagem consiste na exigência de valores altos para iniciar alguns tipos de investimento. De forma natural, acaba selecionando o público que tem recursos suficientes para esse tipo de aplicação.

A variação cambial também pode pesar, já que os ativos e ganhos são convertidos em moedas estrangeiras. Nesse caso é preciso contar com as taxas para as operações de transferências internacionais para ter um planejamento financeiro eficiente.

Cabe ressaltar que os investimentos offshore não contam com a cobertura do Fundo Garantidor de Crédito – FGC. Por esse motivo, é essencial contar com instituições e corretoras internacionais confiáveis.

Para quem a modalidade de investimento é indicada?

Quanto maior for o giro da carteira de investimentos, mais vantajoso a modalidade offshore pode ficar. Assim, os custos podem ser bem diluídos de acordo com o prazo dos investimentos e tamanho do patrimônio, promovendo resultados satisfatórios.

Nesse contexto, quem tem patrimônio no exterior superior a 200 mil dólares e prefere investimentos mais sigilosos, protegidos e diversificados, vale a pena estabelecer um planejamento, se informar adequadamente e iniciar uma aplicação offshore. 

Como manter o investimento offshore legal?

Mesmo com as notícias de pessoas que se aproveitam das características do modelo offshore para levar dinheiro ao exterior e ocultar patrimônio, o investimento offshore não é ilegal.

Todo investidor internacional deve assegurar que tudo esteja dentro da lei, para assim evitar transtornos e prejuízos. É indispensável estar atento às leis brasileiras e as determinações dos órgãos fiscais, como a Receita Federal, Banco Central e Anbima.

Dessa forma, você pode investir seus recursos em fundos de capitais e ativos no exterior com tranquilidade e certeza de que todas as transações estão dentro da legalidade, conseguindo excelentes resultados e rendimentos.

Remessa Online: ótimo meio para investir no exterior!

Fazer transferências internacionais é importantíssimo para qualquer investidor que deseja expandir a carteira e ter maiores possibilidades de sucesso. Contudo, o câmbio e taxas aplicados no processo podem ser pesados e comprometer o valor final dos rendimentos.

A Remessa Online é a solução ideal para enviar dinheiro para o exterior e aplicar nos investimos, seja offshore ou outras modalidades, com eficiência e preço justo. Contribuído para favorecer o planejamento financeiro.

As principais corretoras do mundo são integradas na plataforma digital Remessa Online, favorecendo operações mais rápidas, seguras e pontuais. Você tem acesso para transferências para as seguintes corretoras:

Além da comodidade de fazer transferências de onde estiver, na Remessa Online a taxa é a mais baixa do mercado e você pode economizar até 8 vezes nas tarifas. Com processos credenciados pelo Banco Central do Brasil e concluídos em até 1 dia útil.

Os investimentos offshore são uma alternativa muito promissora para aplicar dinheiro no exterior e ter bons rendimentos, sem ativos de grande complexidade. Portanto, procure as melhores formas para investir de maneira segura e dentro da legalidade e assim, lucrar sem preocupações.

Agora que você já sabe sobre o investimento offshore, o que acha de conhecer serviços financeiros com a melhor condição do mercado? Acesse agora mesmo o site da Remessa Online e saiba de tudo!

Resumindo

O que é investimento offshore?

São aplicações em ativos realizadas em empresas estabelecidas em outros países e o gestor dos investimentos pode permanecer no Brasil. É o investimento realizado em empresas que estão sob regime fiscal privilegiado, chamados de paraíso fiscal.

Quais as vantagens e desvantagens?

A principal vantagem dos investimentos offshore é a possibilidade aplicar em mercados financeiros estáveis e também, os países mais procurados oferecem isenções de impostos e sigilo nas operações.

Proporciona as seguintes vantagens:
Possibilidade de diversificar o investimento;
Liberdade cambial;
Proteção do patrimônio;
Menor tributação.

Como desvantagens é possível destacar a exigência de valores altos para iniciar alguns tipos de investimentos e a variação cambial que pode pesar no resultado final dos rendimentos.